A Renda básica emergencial para os mais pobres foi sancionada! Agora, o governo precisa explicar os detalhes de como e quando o auxílio vai chegar na conta de quem precisa.

#CadêoDecretoBolsonaro #PagaLogoBolsonaro

Bolsonaro finalmente sancionou o projeto da renda básica emergencial para as famílias mais pobres! Depois de semanas de pressão no Congresso Nacional e no governo federal, conseguimos a canetada que faltava. Mas só vamos comemorar quando o dinheiro cair na conta de quem precisa.

Precisamos saber a data em que os pagamentos serão feitos, como se dará o repasse e outros detalhes para tornar a renda básica uma realidade. Para isso, Bolsonaro tem que apresentar o decreto que regulamenta o auxílio. Assim que o decreto sair, publicaremos aqui o passo-a-passo detalhado sobre como receber a Renda Básica Emergencial.

Essa conquista é de todos nós: foram 160 organizações envolvidas na campanha, mais de meio milhão de assinaturas, milhares de emails de pressão, apoio de economistas e influenciadores e incontáveis menções à nossa campanha nas redes sociais. A hashtag #PagaLogoBolsonaro chegou a ficar entre as mais usadas no Brasil e no mundo!

O projeto que conseguimos aprovar é bem melhor do que a proposta inicial do governo. A Renda Básica Emergencial beneficia mais pessoas, com mais verba e pode ser implementada pra ontem. Serão milhões de pessoas recebendo o valor de 600 reais mensais durante três meses. Um impacto pequeno se comparado ao orçamento do país - mas gigantesco em relação às vidas de quem precisa escolher entre se isolar e continuar vivo ou ir às ruas garantir o pão de cada dia.

Assim que sair o decreto, vamos preparar uma cartilha com os detalhes sobre quem poderá pedir o auxílio (e como fazê-lo). Fale com a Vitória no WhatsApp e ela te enviará o material quando estiver pronto:






























Confira a nota técnica da campanha com os detalhes sobre nossa sugestão de implementação da Renda Básica aqui.